Da Sobrevivência

“A razão pela qual José Sócrates, não tendo maioria no parlamento, resolveu não consultar o PSD para negociar mais medidas de austeridade, já todos percebemos: fazer-lhe mais um xeque-mate. Se o Passos diz que sim, fica colado a este desastre e não terá como chumbar o próximo orçamento. Se Passos diz que não, provoca a crise política no exacto momento em que a União irá garantir um apoio a Portugal e com toda a Europa contra ele. Como se vê, as prioridades de José Sócrates continuam a ser as de sempre: sobreviver no poder. Depois de não consultar a oposição, faz chantagem com a oposição. O interesse do País? Um pormenor…

No Arrastão (carregar no texto)

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s