Lost

Acaba hoje (na verdade já acabou, mas como não sou cliente Meo não pude ver os episódios em directo) aquela que é, quanto a mim, umas das melhores séries de sempre. Não foi perfeita e estendeu-se demais, é certo. Tem algumas incongruências. Mas provou que as massas gostam de algo mais que tele-lixo e novelas brasileiras. A verdade é esta: ainda nenhuma conseguiu substituí-la: Flashforward , até à data a candidata de maior peso, apontada pela generalidade da crítica como substituta, será cancelada no final desta primeira temporada. Os motivos? Personagens pouco densas (algo que não acontecia em Lost) e demasiada acção a la CSI.  Por outro lado, não supreenderá se se tratar de um golpe publicitário.

A Lost já ninguém tira o mérito de ter criado uma legião de fãs que se mantiveram fiéis durante 6 temporadas e uma sub-cultura muito semelhante a outros fenómenos do género (já há muito boa gente a comparar a série a Star Wars).

Não concorda com nada do que foi escrito supra? Acha o Lost um remake foleiro do Roque Santeiro ou da Vila Faia? Desanque à vontade, caro leitor com acne conglobata, cá estarei para o ouvir!

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s