O “Jornali”

Gosto de mudança e de novidades. Como tal, tenho sempre a esperança, muitas vezes ingénua, de que novos projectos venham a superar a ‘situação’. Passou-se o mesmo com o “Jornali”, mais ainda, em virtude da sua equipa. Inicialmente fiquei surpreendido. Principalmente com o site, visto a ‘insularidade’ me impedir de ler o jornali fisicamente com regularidade. Tem um design moderno – à semelhança da sua versão impressa -, é user-friendly e apresenta conteúdos diferentes dos seus pares. Contudo, de há uns tempos para cá, vinha notando uma insistência exagerada em conteúdos ditos light. Não só light, mas principalmente com pouco interesse, traduzidos – muitas vezes atabalhoadamente – de jornais estrangeiros. Gosto de um jornal/revista que intercale notícias sérias com ‘curiosidades’, mas é uma estratégia arriscada. A revista Sábado, por exemplo, está constantemente na fronteira.

Eis senão quando, hoje, a propósito de mais uma série de escutas ao Primeiro-Ministro italiano, o Jornali se sai com esta fabulosa tradução:

(conversa entre a prostituta e o seu patrão, depois de este último informar a sua empregada de que Berlusconi não é fã de “camisinhas”)

Chulo: “Que queres? É o Berlusconi. Sabes com quantas pessoas ele foi para a cama?”

Prostituta: “E tu? sabes quantos exames ele fez?”

(Agora aquilo que foi realmente dito e que uma tradução preguiçosa deturpou completamente)

Prostituta: Sabes quantas pessoas acabam…? (não acaba a frase, mas deduz-se: “com SIDA”)

Chulo: E tu? Sabes quantos exames ele faz?

Como se vê, não só o/a jornalista trocou os intervenientes, como ainda foi capaz de traduzir mal uma das falas. Brilhante!

Ainda tenho esperança, em virtude do trabalho de investigação que também tenho visto, mas temo que este jornal não passe de um…”jornali“.

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

6 respostas a O “Jornali”

  1. António P. Neto diz:

    “O Jornali”!? Serei só eu que nunca ouviu falar de tal coisa? Ainda bem, pelos vistos!

  2. João Gil diz:

    Acho que o Zé está a falar do jornal “i”…

  3. José Maria Pimentel diz:

    Pois… 😛

  4. António P. Neto diz:

    Só eu para me deixar cair nas esparrelas deste animal!

  5. José Maria Pimentel diz:

    Eheh! Um jornal chamado “jornali” seria muito bom!!

  6. Miguel Pessoa Vaz diz:

    No Correio da Manhã: “A conversa mais quente foi gravada por D’Addario(Prostituta) no dia seguinte a ter passado a noite com Berlusconi em Roma. Ela elogia o amante, dizendo que “um jovem teria acabado num instante” e que “há muito tempo que não estava com um homem assim. “Há meses que isto não acontecia, desde que deixei o meu namorado… achas normal?”, pergunta. “Posso fazer uma sugestão?”– responde, solícito, Berlusconi – “Devias fazer sexo sozinha… devias masturbar-te com mais frequência.”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s