BalhaRUCo – 1 baile RUC

BalhaRUCo – 1º Baile RUC

Local: Centro Norton de Matos;

Data: Sábado, 6 de Junho, 22h

Preço: 5 euros (inclui o workshop de dança), com desconto de 1 euro para sócios e estagiários da RUC


A procura de convívios, concertos, workshops e bailes de danças de tradição musical europeia, um conceito com raiz no muito bem sucedido festival “Andanças”, tem registado um crescimento exponencial a nível nacional, começando Coimbra a despertar sensibilidades para esta nova tendência.

Assim, numa co-produção Rádio Universidade de Coimbra, Colectivo Rodobalho e Centro Norton de Matos, o BalhaRUCo será um evento com uma dinâmica peculiar, aliando ao concerto tradicional o ensino da dança, transformando os espectáculos previstos numa experiência inovadora, na qual a interactividade entre o público e os músicos estará bem presente.

Marcado para as 22h de Sábado, dia 6 de Junho, o Centro Norton de Matos abre as suas portas para este BalhaRUCo, que contará com a presença de dois grupos reconhecidos, meritoriamente, com o primeiro lugar na eliminatória Portuguesa do Eurofolk – Concurso Europeu de bandas Folk.

Sobem então a este palco Coimbrão os Diabo a Sete e os Pé na Terra, precedidos por um workshop de iniciação às danças europeias. Ambos os grupos pertencem a uma nova geração de músicos que percorreram já um longo e activo caminho no trabalho de reinvenção de invulgares harmonizações, e instrumentações de reportórios cuja génese está ligada à rica e diversificada tradição oral europeia.

Os Conimbricenses Diabo a Sete, com espectáculos por vezes míticos e carismáticos, com destaque para as comemorações do 25 de Abril na cidade, têm-se afirmado como uma das propostas mais interessantes do tradicional /folk português. “Parainfernália”, o seu disco de estreia, foi um dos grandes discos da música nacional de 2007, estando actualmente a banda a preparar o seu sucessor. Alternando originais com versões de temas tradicionais e cruzando de modo requintado instrumentos como a sanfona, a concertina, o cavaquinho ou as gaitas de foles, a que se junta a voz muito peculiar de Julieta Silva, os Diabos criaram um som muito próprio, que tanto pode ser ouvido e apreciado em casa, como servir de pretexto para a dança, como é o caso.

Vindos do Porto, os Pé na Terra surpreenderam os críticos mais exigentes com o seu disco homónimo de 2008, essencialmente constituído por originais, mas a que se acrescentam também reciclagens de dois temas emblemáticos de Zeca Afonso (“Maria Faia” “ e “Balada do Sino”). Com uma forte valorização do seu lado poético, o disco alterna entre uma linhagem tradicional mais simples e uma subversão e modernização muito particular deste estilo e dos instrumentos que o compõem. No entanto, apesar do muito ritmo que preenche o disco, é ao vivo que a sonoridade do grupo aparece mais vincada, com uma força dançável contagiante.

Depois dos concertos, a prolongar o baile pela noite dentro, os Dj’s RUC do colectivo Golpe de Estado prometem surpreender-nos com as suas sonoridades étnicas.

Da aliança de todos estes factores espera-se este Sábado um inesquecível baile folk!

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s