“Obamania”

Eu sei que este post vem com agum delay, mas os exames e alguns afazeres (e a inércia que me caracteriza, claro)  têm-me impedido de actualizar isto. 

Desejo as maiores felicidades ao presidente Obama, mas devo dizer que não acredito em super-presidentes e que me preocupa o estado de graça por tempo indeterminado de que este parece gozar (há excepções, claro). Quando daqui a 6 meses não houver PMEs nem esperança falamos. Mas o que me levou a escrever foi outro assunto: quero apenas que pensem no ar horrorizado dos Pachecos Pereira aqui do burgo caso se dedicasse igual tempo de antena ao vestido da mulher (?) de Sócrates e ao cão da família. E largas horas de directo nos canais nacionais com a tomada de posse.

A bottom line é esta: porquê tanta tolerância com políticos que não são os nossos e tantos “esquemas, estratégias de manipulação” e discursos irados contra as famigeradas agências de comunicação quando se trata dos nossos?

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s