Façam, mas sossegados!

Esta semana é a greve do camionistas. A semana passada foi a dos pescadores. O ponto comum entre estes dois conjuntos de grevistas é, basicamente, a estupidez.

Hoje, vários camionistas que tentavam fazer o seu trabalho, foram apedrejados e ameaçados com navalhas, por um grupo que não queria trabalhar. A semana passada, várias velhinhas que vendiam de peixe foram agredidas, e várias peixarias foram fechadas à força, tudo porque estavam a fazer o seu trabalho… a vender peixe.

Ora, que direito têm esses grupos de selvagens de obrigar as pessoas a não trabalhar? Se querem fazer greve, força!, mas tenham o minimo de juízo. O que o governo devia fazer era nem sequer negocair com individuos como estes.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

4 respostas a Façam, mas sossegados!

  1. Mais ridículo ainda, é fazer cada um à sua vez. Assim, o País está constantemente em greve sem nunca estar parado…
    Pareço o Garcia Pereira a falar, mas em vez destas brincadeirinhas, já que estão tão descontentes, porque é que não fazem um só dia de greve com os sindicatos todos em massa em vez de cada um ir fazendo a sua greve mensal? Acho que assim sempre mostravam mais poder (em vez de tirar um dia para fazer umas almoçaradas e umas cantrorias à porta da Junta ou da Secretaria de Estado…)

  2. não, aquilo no fim do texto não é um smile fofinho, sou só eu a fechar o ) .
    :*

  3. João Dias diz:

    Creio que a questão não posso ser analisada de tão leve animo. Estamos a falar de pessoas de classe media baixa e baixa que começa a ver a vida complicada, não concordo com certas atitudes mas compreendo o desespero desta gente. Não concordo com o que e dito neste post quando dizem “um grupo que não queria trabalhar” isto é um grupo de pessoas que trabalham bastante simplesmente querem e condições para trabalhar.
    E como já referi este é um assunto mais complexo do que parece e muitos de nós poderemos ter dificuldade de perceber certas atitudes por nunca termos passado pelo que estas pessoas já passaram e passam.

  4. João Torgal diz:

    É lógico que é uma vergonha os camionistas apedrejarem as pessoas que querem trabalhar, pois tanto há o direito de fazer greve como de não fazer. Da mesma forma que é uma vergonha aquilo que se passou em Matosinhos, quando os pescadores destruiram, de forma absolutamente escandalosa, toneladas e toneladas de peixe em bom estado para ser consumido.

    Agora é preciso separar as águas: os camionistas e pescadores têm todo o direito de reclamar e de fazer greve (como deste a entender no post), terão eventualmente razões de sobra para o fazer (admitindo que sim, pois não conheço bem os factos com profundidade suficiente para emitir uma opinião sobre os motivos para a greve) e não deve ser fácil para eles agirem com tranquilidade, pois estarão em causa questões que mexem directamente com as suas condições de vida. No entanto, apesar de ser difícil colocarmo-nos na pele destas pessoas e ser muito mais fácil mandarmos palpites de fora, os pescadores e os camionistas têm de realizar o protesto com o mínimo de nível. Até porque, não o fazendo, só prejudicam a sua luta, dado que colocam a opinião pública contra si.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s