Ai Jesus!

O conceito de “Associação de Pais” é, já de si, extremamente irritante.

Agora, acabo de descobrir que até há confederações de associações de pais. E porque “a gente está(mos) sempre a aprender”, sou confrontado com o protesto destas contra um dicionário de calão criado pelo Instituto da Droga e da Toxicodependência, onde surgem, e passo a citar, passagens como:

“”betinho”, “cocó” ou “careta” é “aquele que não consome droga e, por isso, é considerado conservador, desprezível e desinteressante”.”

Falando por mim, insurgir-me-ia apenas contra o ridículo – e quase hilaridade – do excerto.

As assustadoramente sérias “Confederação Nacional Independente de Pais e Encarregados de Educação (CNIPE) e Confederação Nacional das Associações de Pais (CONFAP)”, por seu lado, insurgem-se contra a possibilidade de passagens como esta “suscitarem a curiosidade dos jovens, atraídos pela linguagem usada”.

Quanto a isto, mantenho a posição: ridículo!

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

2 respostas a Ai Jesus!

  1. António P. Neto diz:

    Se eu tivesse pais desses, era o primeiro a meter-me na droga…

  2. João Torgal diz:

    Acrescento aos teus comentários certeiros o escândalo que é a CONFAP ser valentemente subsidiada pelo Ministério da Educação.

    Em contrapartida, o senhor Albino Almeida (presidente da CONFAP) quase que faz uma vénia à ministra e aos secretários de estado nos debates em que frequentemente participa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s