Manuela Ferreira Leite

Segundo os media, a ex-ministra vai candidatar-se à liderança do PSD

Na minha opinião, trata-se da melhor hipótese. Há vários argumentos válidos, mas o principal é o facto
de se tratar do único putativo candidato que reune duas condições:

1. Qualidade

2. Nada a perder nas próximas eleições.

Manda o pragmatismo que se reconheça que muito dificilmente o PSD vencerá as próximas eleições, pelo que a liderança nestas condições será pouco atractiva para alguns. Qualquer político sairia “queimado” no fim, mesmo obtendo um (relativamente) bom resultado.  Aliás, até do ponto de vista do próprio partido, é nefasto “perder” um activo nestas condições.

Por conseguinte, Manuela Ferreira Leite, tanto pelo capital de idoneidade e competência adquirido, como pelo facto de estar no fim da sua carreira política, é, a meu ver, a melhor hipótese para candidato ás próximas eleições.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

3 respostas a Manuela Ferreira Leite

  1. Miguel Pessoa Vaz diz:

    Ainda bem que o teu ponto 1 refera a qualidade. Da ultima vez que me lembro dessa Sra. desempenhar um cargo, o de Ministra das Financas, nao havia assim tanta gente a destacar-lhe a ‘qualidade’ que agora dizem ter. E tambem acho piada recordade-me perfeitamente de tu dizeres muito mal dela e nao a achares assim com tanta qualidade.
    Pois…As pessoas quando atravessam os famosos ‘desertos’, sem fazerem nada, e’ que ganham estatuto, quando deviam era ganha’-lo a fazer alguma coisa!

  2. José Maria Pimentel diz:

    Não me lembro de ter dito “exactamente” isso, mas ainda bem que estás cá para me lembrar.

    Mas é verdade, ela não foi especialmente apreciada no desempenho das pastas ministeriais que ocupou. Curiosamente (ou talvez não), conservou sempre o referido capital de competência e, sobretudo, de seriedade (nos dois sentidos, aliás).

    O meu desejo é – espante-se – que o PS ganhe as próximas eleições com maioria absoluta. Sou da opinião que os governos devem ter 8 anos de estabilidade governativa. Assim, não haverá desculpas no fim. Tal como no caso dos treinadores de futebol (e muitos “sobejamente” conhecidos), um governo razoável pode transformar-se num bom governo se lhe forem dadas as devidas condições. Por oposição, lembro-me de muitos governos razoáveis que, precisamente pela falta destas condições, acabaram por sair com fama de ter tido um fraco desempenho.

    A minha satisfação pela candidatura da MFL deve-se ao longo prazo. No longo prazo (leia-se as eleições seguintes às próximas), será terrível se não houver uma alternativa credível. Essa alternativa não será, certamente, MFL, mas estou convicto que beneficiará muito do passo que ela agora toma.

  3. Miguel Pessoa Vaz diz:

    “conservou sempre o referido capital de competencia e, sobretudo, de seriedade”…Pois Ze…Mas isso e’ essencialmente devido a tao conhecida ‘falta de memoria dos portugueses’. E um bom exemplo dessa falta de memoria, e’ a maneira como e’ falado o chefe do Governo onde esteve a MFL. Depois de uma governacao ridicula em que envergonhou todos os portugueses perante o mundo, agora e’ visto como um grande lider.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s