Arquivos Mensais: Abril 2008

Alguma da melhor colheita musical portuguesa do início de 2008

A Naifa – Uma Inocente   Inclinação para o Mal  Depois de 2 albuns aclamadíssimos pela crítica, como o foram Canções Subterrâneas de 2004 e 3 Minutos Antes de a Maré Encher de 2006, que continham pérolas como “Música”, “Metereológica”, “Monotone”, … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | 1 Comentário

Lapidar

“Quem é que o escreveu por si, Geldolf?”, perguntou George Bush ao defensor do continente africano, quando este lhe ofereceu o livro que acabara de publicar. “Quem é que o vai ler por si, senhor Presidente?”, respondeu Geldolf in Courrier … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Humor em Sentido

A total ausência de humor (descontando, talvez, o brejeiro) é uma das mais curiosas características da política portuguesa. É sabido que há políticos com piada, uns até contam, diz-se, anedotas no “back stage”. Quando actuam em funções oficiais, porém, tudo … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | 2 Comentários

O bluff de Jardim

Se as directas do PSD fossem uma série de televisão, o meu candidato seria, sem qualquer tipo de dúvida, Alberto João Jardim. Se tivesse a certeza que não ganharia, seria, ainda, o meu candidato. Infelizmente, nada disto é garantido, pelo … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | 5 Comentários

O paradoxo portiano

Numa das raras vezes em que o meu pensamento se debruça sobre a realidade desse pujante partido que é o PP, assaltou-me uma ideia: Paradoxalmente, e ao contrário do que se passa no PSD, as coisas para o lado dos … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Para que não restem dúvidas

O que levantou alguma desconfiança dos portugueses em relação à nova moeda (Euro) foi a sensação de que poderia ter causado inflação por causa dos arredondamentos. Uma situação que podera ter sido justificada pelo facto de bens consumidos com maior … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Preto

Deve ser a primeira vez que ouço dizer na televisão que alguém é preto. Foi na Sic Notícias, Vítor Ramalho. Vá-se lá saber porquê, africano ou, inexplicavelmente, negro é tido como mais politicamente correcto!

Publicado em Uncategorized | 2 Comentários